Editorial de Fevereiro de 2019

Querido contribuinte,

As férias acabaram e logo chega o Carnaval… e o Fundo Armênia não parou. Começamos a todo vapor nossas atividades para 2019. Em nossa primeira reunião realizada em 22/01, foi apresentado a toda a nossa diretoria a nova maneira de administração de nossas atividades no Fundo. De agora em diante nossos projetos serão administrados mensalmente utilizando uma plataforma de gerenciamento, denominada TRELLO, de reconhecimento global. Assim teremos acesso de qualquer lugar a todas os nossos trabalhos e registros de documentos e outras atividades associadas ao nosso projeto sob controle.
O Sistema TRELLO permite listar todos os projetos e separar o que já iniciou, o que está em andamento e o que está concluído. Também permite associar datas de entrega, responsáveis pela realização, armazenar documentos associados ao projeto e também de forma compartilhada registrar todas as ações tomadas diariamente. Quando qualquer ação é registrada, automaticamente os responsáveis envolvidos recebem e-mail sobre a ocorrência. Desta forma nada esqueceremos e de forma ágil e iterativamente estaremos a par de tudo o que ocorre em nossos projetos. Este sistema já foi testado pela nossa equipe do Fonethon 2017 e 2018 e agora é incorporado para todos os nossos projetos. Neste inicio de ano já listamos 18, sendo que 6 ainda estão para começar, 10 estão em andamento e 2 já foram concluídos. Até o final do ano deveremos chegar a 30 projetos. No mês que vem apresentarei os projetos.
Lembro que nosso Fonethon 2018 continua até o final deste mês. Lembro que suas contribuições poderão ser feitas via telefone 3231-5266 nos horários de funcionamento de nosso ou pelo sistema PAG-SEGURO https://pag.ae/bbmdvpr . Lembro que os lotes de doações são de R$800,00 podendo ser também depositados ½ lote de R$400,00, ¼ de lote, R$200,00, ou 1/8 de lote R$100 ou 1/16 de lote R$50,00 no Banco Sofisa, Ag. 001 – cc 101-8 em nome do Comitê Brasileiro para a Reconstrução da Armênia. Gostaria de lembrar também que todos os boletos ainda não pagos por estarem vencidos, continuam válidos para serem pagos em qualquer agência bancária. NÃO DEIXE DE CONTRIBUIR. A ARMÊNIA PRECISA DE VOCÊ.

Tenham todos um excelente mês de fevereiro e um ótimo carnaval VIVA HAYASTAN.

Cordialmente, Mez Hatchorrutiun

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Editorial de Janeiro de 2019

Querido contribuinte,

Espero que todos tenham passado bem as festas de final de ano e um Santo Natal. Recomeçamos nossas atividades a todo vapor desde 07/01. Estamos renovados para mais dois anos de atividades e nossas energias foram recompostas para suportar esta atividade com muita alegria e prazer e assim podermos realizar mais pelos nossos irmãos da Armênia e Artsakh.

Com as eleições realizadas em 18/12/2018, nossa atual diretoria, capitaneada pela nossa Presidente de Honra, Sra. Hilda Diruhy Burmaian ficou assim composta:
DIRETORIA ESTATURÁRIA : Joao Carlos Boyadjian, Presidente; Garabed Deovlet Pilavdjian, VP – Rel Públicas; Ascenção Serapião Kouyomdjian, VP– Rel Institucionais; Ochin Leon Mosditchian, VP – Rel Internacionais; Takvor Jorge Arapian, VP – Jurídico; Seta Torian, Secretária 1; Armen Krikor Jahadian, Secretário 2; Armagan Karay, Tesoureiro 1; Ohannes Semerdjian Neto, Tesoureiro 2; Aurel Arsag Djanian, Diretor Financeiro; CONSELHO FISCAL: Vartan Moumdjian, Denise Ascenção Klatchoian e Carlos Baktejian; SUPLENTES DO CONSELHO FISCAL: Elie Chadarevian; Garo Aharonian e Regina Kherlakian.
DIRETORES ADJUNTOS: Jose Mario H. Guerra, Marisa Balassanian, Cristina Arakelian, Sarkis Semerdjian, Stephanie Kissajikian Cancio Sales, Avedis Distchekenian Markossian, Regina Asterdjian

Lembro que nosso Fonethon 2018 continua até fev-2019, mas agora suas contribuições poderão ser feitas via telefone 3231-5266 nos horários de funcionamento de nosso escritório ou através de nossos diretores. Também poderão ser feitos pelo sistema PAG-SEGURO https://pag.ae/bbmdvpr . Lembro que os lotes de doações são de R$800,00 podendo ser também depositados ½ lote de R$400,00, ¼ de lote, R$200,00, ou 1/8 de lote R$100 ou 1/16 de lote R$50,00 no Banco Sofisa, Ag. 001 – cc 101-8 em nome do Comitê Brasileiro para a Reconstrução da Armênia
Na próxima circular traremos novidades no sistema de gerenciamento de nossos projetos e informações de andamento.
Tenham todos um excelente mês de Janeiro e um ótimo 2019.

Cordialmente, Mez Hatchorrutiun

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Editoria de Dezembro de 2018

Querido contribuinte,

Este mês de dezembro, quando nos preparamos para celebrar as festas de final de ano e o nosso natal, o Fundo Armênia deseja comemorar com você os resultados alcançados globalmente este ano no Telethon e Fonethon realizados por todas as filiais do Fundo. Foram arrecadados mais de US$11 milhões para serem investidos em diversos projetos. Veja como ficou esta composição no site www.fundoarmenia.com.br
Em reunião do dia 18 deste mês o Fundo Nacional Armênia do Brasil estará efetuando suas eleições para o biênio 2019-2020 conforme já anunciamos no dia 03 pp. Nesta data também estaremos trabalhando no planejamento estratégico para 2019 e lançando os projetos de investimentos para o ano que vem.
Lembro que nosso Fonethon 2018 continua até fev-2019, mas agora suas contribuições poderão ser feitas via telefone 3231-5266 nos horários de funcionamento de nosso escritório ou através de nossos diretores. Também poderão ser feitos pelo sistema PAG-SEGURO https://pag.ae/bbmdvpr . Lembro que os lotes de doações são de R$800,00 podendo ser também depositados ½ lote de R$400,00, ¼ de lote, R$200,00, ou 1/8 de lote R$100 ou 1/16 de lote R$50,00.
Ficamos a sua disposição para quaisquer informações de nossas atividades.
Tenham todos um excelente mês de dezembro. Desejo a você e família nossos votos de boas festas e um FELIZ NATAL repleto de realizações. Que seja seja um ano bom para todos nós da diáspora e para nossos queridos irmãos da ARMENIA E ARTSAKH
Durante o período de festas, o escritório do Fundo Armênia estará fechado no período entre os dias 22 de dezembro a 06 de janeiro de 2019.

Cordialmente, Mez Hatchorrutiun

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Editorial de novembro 2018

Querido contribuinte,

Este mês de novembro, com a presença de todas as entidades armênias na sede do Consulado Armênia, foi aberto o Fonethon 2018. Este ano o Fonethon como já vÍnhamos informando, foi realizado em prol da construção do edifício do Centro Comunitário de Saghmosavan. A abertura do Fonethon foi presidida por nossa Cônsul Geral Honorária da República da Armênia Sra. Hilda Diruhy Burmaian. Através de vídeo conferencia o Embaixador, Ashot Galoyan dirigiu-se a todos os presentes dizendo a importância do projeto e pedindo apoio ao Fonethon. Fizeram parte da mesa, o Bispo da Igreja Apostólica Armênia, S. Nareg Berberian, o Sr. Marcelo Hagop Abrikian, representando o Bispo da Igreja Católica Armênia, Dom Pablo Hakimian, o Presbítero Vartan Moumdjian e o Irmão Garo Aharonian. Após essa abertura, foram apresentados os trabalhos realizados em 2017 e informações sobre o novo projeto do Centro Comunitário em Saghomosavan, objeto do Fonethon 2018. Os aspectos técnicos do projeto foram explanados pelo Sr. Norair Chahinian, um dos arquitetos do futuro Centro Comunitário. Cerca de 35 pessoas participaram deste ato.
Nos dias 9 e 10, cerca de 50 voluntários, juntamente com nossos diretores, fizeram o trabalho de coleta do Fonethon 2018, alcançando um resultado preliminar de cerca de US $ 30.000 em doações. Nossa meta é atingir o valor de US$50 mil no mês de fevereiro de 2019.
Como é de seu conhecimento, o Fundo Nacional Armênia do Brasil está trabalhando com 4 projetos simultaneamente:
1 – Sistema de Irrigação de água em Varanda – Artsakh – Este projeto está praticamente concluído, faltando apenas ligar as bombas de profundidade ao sistema elétrico. A conclusão está prevista para este mês de novembro. Devemos inaugurá-lo em maio de 2019.
2 – Projeto do Centro Comunitário em Saghmosavan-Armênia – Nossos arquitetos estarão concluindo o novo projeto básico até dezembro deste ano. Os desenhos de detalhe devem concluídos em Yerevan até fevereiro de 2019. As obras estão previstas serem iniciadas em março de 2019 e concluídas em maio de 2020.
3 – Kits escolares para Ughtasar-Artsakh – Os kits escolares foram entregues em 05/11 pp junto com a inauguração da escola feita pelo Fundo de Toronto. Foi amplamente divulgado no nosso facebook e site.
4 – Estufa – A Sociedade Beneficente Marachá estará contribuindo com uma nova Estufa que beneficiará os pequenos agricultores na Armênia. Esta estufa será construída e inaugurada no mês de maio de 2019.
O nosso Fonethon 2018 continua até fev-2019, mas agora suas contribuições poderão ser feitas via telefone 3231-5266 nos horários de funcionamento de nosso escritório ou através de nossos diretores. Também poderão ser feitos pelo sistema PAG-SEGURO https://pag.ae/bbmdvpr . Lembro que os lotes de doações são de R$800,00 podendo ser também depositados ½ lote de R$400,00, ¼ de lote, R$200,00, ou 1/8 de lote R$100 ou 1/16 de lote R$50,00.
Ficamos a sua disposição para quaisquer informações de nossas atividades. Tenham todos um excelente mês de novembro.
Cordialmente, Mez Hatchorrutiun

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Entrevista de Haikak Arshamyan

Yerevan- 16-10-2018
Entrevista que o novo Dir. Executivo do Fundo Haykak Arshamyan concedeu a Lusin Mkrtchyan do jornal Media Max.

TITULO DA ENTREVISTA
Haykak Arshamyan: Vamos dar uma nova vida ao Hayastan Fund
Em 24 de setembro, o Conselho de Curadores do Hayastan All Armenian Fund elegeu Haykak Arshamyan como diretor executivo para um mandato de três anos.
Arshamyan, de 42 anos, trabalhou como assessor do primeiro-ministro armênio desde 2 de julho de 2018. Anteriormente, lecionou na Yerevan State University e coordenou os programas da Birthright Armenia Foundation em 2004-2010.
Haykak Arshamyan deu sua primeira entrevista como diretor do Hayastan Fund para a Mediamax.
1 – Você fez uma visita ao Artsakh após a sua nomeação e se reuniu com o Secretário de Estado. Foi um evento oficial, mas você também teve reuniões não oficiais?
r- Sim, com funcionários da Artsakh que cooperaram com o fundo e contribuíram igualmente para os programas que o fundo realizou em Artsakh. Existe um conceito de co-financiamento: o estado investe tanto quanto o fundo nos programas, o que é importante para os doadores. Assegura-lhes que o programa funcionará sem problemas.
2 – Quais são os programas mais importantes daqueles implementados em Artsakh agora?
r – As duas estradas que ligam a Armênia e Artsakh. Elas são as veias que consolidam os laços entre a Armênia e Artsakh. Se não fosse por essas estradas, a Republica de Artsakh dificilmente seria o que é hoje.
O Fundo Armênia implementou pelo menos um programa em cada aldeia e cidade de Artsakh, mas as duas estradas são os canais que tornaram o Artsakh mais forte, tornando-o um país independente.
3 – E a Armênia? Muitos programas foram realizados aqui desde 1992.
R – Eu gosto muito de programas repletos de tecnologias modernas. Por exemplo, há um galpão de gado na cidade de Noyemberyan, que opera com energia alternativa. Queremos alocar pelo menos uma parte das doações do Telethon para projetos de energia solar e renovável na Armênia e Artsakh.
4 – Quais são os próximos programas e principais objetivos do Fundo Armênia?
R – Além do que o Fundo já está trabalhando, queremos encontrar novas formas de angariar fundos. Isso vai exigir algum tempo. Quero dizer captação de recursos on-line e angariação de fundos diariamente via aplicativos móveis.
Tentarei expandir o envolvimento da Diáspora nos programas que serão financiados por esses dois métodos.

5 – O que será decidido sobre o Telethon anual?
R – O Teleton é de significado simbólico. Ele espalha a ideia de unidade. Quanto aos fundos, recebemos apenas uma pequena parte das doações totais durante o dia do Telethon.
Temos muitos escritórios em todo o mundo, que trabalham extensivamente com os doadores. Eles desenvolvem programas que indicam em detalhes como a soma doada será gasta, e Telethon resume isso.
É por isso que queremos implementar pequenos programas também. Eles serão realizados na Armênia e em Artsakh, com o objetivo de ajudar os moradores da cidade ou aldeia a permanecerem, trabalharem e ganharem a vida em sua terra natal.
6 – Você já fez doações durante o Telethon?
R- Sim, mas eu gostaria que a quantidade de minhas doações permanecesse não revelada.
7 – Falando do Fundo Armênia, recentemente, o primeiro ministro Pashinyan disse: “Eu sei que tem havido problemas.” O que ele quis dizer?
R – O problema é que a confiança em nosso fundo sofreu após um caso recente. As pessoas geralmente só lêem as manchetes e concluem que houve um enorme abuso de fundos, mas, na verdade, as somas retiradas da conta do fundo foram devolvidas no mesmo dia ou no dia seguinte. Então, não houve perdas financeiras por parte do Fundo Armênia.
Uma das minhas prioridades é restaurar e aumentar a confiança do Fundo Armênia. Não só na Armênia, a propósito, mas em todos os países onde temos filiais.
O fundo não deve ser apenas uma organização que arrecada fundos e implementa programas. Ele pode se tornar um instrumento de diplomacia pública, porque tem um enorme banco de dados e conexões, o que pode ajudar a unir pessoas para o desenvolvimento da Armênia e Artsakh.
8 – Você disse na reunião com Pashinyan que o Fundo Armênia deveria se tornar uma organização do século 21. Como você vai fazer isso?
R – Precisamos começar com a estrutura do fundo e o uso de recursos de captação de recursos on-line, resolver a questão de buscar financiamento com tecnologias modernas.
9 – Vamos ver mudanças estruturais no fundo?
R – Sim, estamos trabalhando em um modelo de estrutura agora. A divisão do trabalho no fundo é um modelo dos anos 90. Primeiro, precisamos avaliar as capacidades e desejos de nossos funcionários. Quem tem trabalhado eficientemente continuará trabalhando. Eu também quero envolver os armênios da diáspora no fundo de Hayastan.
10 – Há pessoas dispostas a participar?
R – sim e muitos. Tenho certeza de que eles vão dar uma nova vida ao fundo, dar uma nova mentalidade. O conhecimento das línguas dos seus países de residência pode ajudar-nos a envolver novas pessoas da diáspora.
11 – Você já pensou em como administrar o Fundo Armênia?
R – Sim, eu pensei. Esta é uma organização única, a única que realiza tantos programas em todo o mundo armênio e envolve a Diáspora nessa extensão.
Eu tenho trabalhado com jovens armênios da Diáspora em muitos esforços estatais e privados desde 1998. Eu tenho uma rede na Diáspora de cerca de 500 jovens, e essa rede é um tesouro para mim.
12 – 42 currículuns de 7 países, mas o conselho escolheu você. Você esperava isso? Por que você acha que foi escolhido?
R – Eu acho que você deveria endereçar essa questão ao conselho. A competição foi muito difícil, e não tenho dúvidas de que havia muitos candidatos dignos, embora eu ainda não tenha visto a lista. Eu não tive tempo para perguntar quais programas eles apresentaram. Quando me familiarizar e encontrar ideias interessantes, convido-as a cooperar conosco ou a tentar concretizar as suas ideias com a sua permissão.
13 – Algumas pessoas dizem que você conseguiu ser indicado por causa de seus laços estreitos com Nikol Pashinyan e pelo fato de ter trabalhado como seu conselheiro.
R – Fui nomeado porque sou Haykak Arshamyan e construí minha carreira sozinho. Tornei-me conselheiro do primeiro-ministro graças ao meu trabalho árduo.
14 – Você descobriu se é mais fácil ser conselheiro ou diretor?
R – Não foi fácil ser conselheiro do primeiro-ministro, mas adorei o trabalho. Foi simplesmente uma alegria trabalhar com Nikol Pashinyan, porque ele tem uma grande capacidade de ouvir e debater. Você pode convencê-lo se sua ideia for convincente. Enquanto você trabalha com ele, você vê que ele é um ser humano como todos nós, ele tem emoções e ele não está tentando escondê-las.

Lusin Mkrtchyan conversou com Haykak Arshamyan

Links em Inglês e em Armênio
https://mediamax.am/en/news/interviews/30583/
https://mediamax.am/am/news/interviews/30583/

Editorial de Outubro de 2018

Querido contribuinte,

O Fundo Armênia neste mês tem uma série de novidades e já começa neste primeiro dia útil com a posse do novo Diretor Executivo do Fundo em Yerevan. O Sr. Haygak Arshamyan, foi selecionado entre 42 candidatos. Ele é da área de Educação. É Professor em História e Economia, foi Coordenador de projetos em diversas ONG’s, Diretor Executivo da ONG Armênia Press, foi Consultor dos projetos anti-corrupção do Primeiro Ministro Nigol Pashinyan. Veja o CV detalhado do Sr. Haigag no site www.fundoarmenia.com.br
O Fundo Nacional Armênia do Brasil, este ano está trabalhando com 4 projetos simultaneamente:
1 – Sistema de Irrigação de água em Varanda – Artsakh – Este projeto está em fase de conclusão de perfuração do poço e instalação de tubulação. Devemos inaugurá-lo em maio de 2019
2 – Projeto do Centro Comunitário em Saghmosavan-Armênia – Este Centro terá um posto de atendimento para primeiros socorros equipado com ambulância, biblioteca com acesso a internet, sala para atendimento a municipalidade, salão para eventos. Atualmente este projeto está em fase de engenharia de projeto. As obras estão previstas serem iniciadas em março de 2019 e concluídas em maio de 2020.
3 – Kits escolares para Ughtasar-Artsakh – Serão 40 kits escolares que estaremos entregando ainda este ano para a escola que está sendo finalizada este mês pelo Fundo de Toronto.
4 – Estufa – A Sociedade Beneficente Marachá estará contribuindo com uma nova Estufa que beneficiará os pequenos agricultores na Armênia. Esta estufa será construída e inaugurada no mês de maio de 2019.
Para realizarmos o projeto 2 descrito acima em Saghmosavan estaremos realizando nosso Fonethon 2018 nas instalações do Banco Sofisa. A cerimônia de abertura ocorrerá no dia 08 e os trabalhos de contato com toda a coletividade iniciará no dia 9 e terminará no dia 10/11. Contamos com sua participação como voluntário e colaborador na arrecadação dos fundos para este importante projeto brasileiro. As doações poderão ser feitas através dos telefones 11-3042-5915 ou pelo sistema PAG-SEGURO https://pag.ae/bbmdvpr . Nas Igrejas, Clubes e Restaurantes Doza e Yeran temos panfletos de doações que podem ser preenchidos e enviados para nós.
Ficamos a sua disposição para quaisquer informações de nossas atividades. Tenham todos um excelente mês de outubro.
Cordialmente, Hatchorrutiun amenut

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Editorial de Setembro – 2018

Querido contribuinte,

O mês de setembro chegou e o Fundo Armênia continua no seu trabalho diário para o progresso de nossa querida pátria mãe. Gostaria de participar a todos que estamos também contribuindo para o desenvolvimento e modernização da Cultura Armênia. Um dos projetos que temos abraçado nesta área é o da digitalização de jornais e livros. Este projeto começou em 2013 e até o momento mais de 2 milhões de páginas da imprensa e mais de 6.650 livros, com 1,7 milhões de páginas já foram digitalizados e que podem ser acessíveis on-line. Seguindo o nosso compromisso de erradicar as famílias que habitam em casas de lata em Guiumry informo que em setembro mais casas foram entregues, agora somam 41 casas. Vejam as fotos em https://www.facebook.com/HayastanAllArmenianFund/ . Gostaria de convidá-los a conhecerem os outros 30 projetos em andamento que nós estamos fazendo em Artsakh e na Armênia. Veja no site http://himnadram.org/en/projects/status/0/page/1
Outra informação importante é que neste mês deveremos ter a nomeação do novo diretor executivo que estará à frente de nosso escritório em Yerevan.
Aqui no Brasil, nossos planos de desenvolvimento de Artsakh e Armênia continuam de pé. Este mês o Arquiteto Norair Chahinian esteve em Saghomosavan, visitando o terreno onde será construído o Centro Comunitário Brasileiro. Nesta oportunidade, Norair conversou também com o Prefeito da Comunidade e o gerente de projetos de nosso escritório em Yerevan e está trazendo na mala as alterações necessárias para a continuidade do projeto.
Como já é de seu conhecimento, gostaria de lembrar que estamos trabalhando para a realização do nosso Fonethon 2018 que vai ocorrer entre 08 e 10/11. Nossa diretoria decidiu concentrar esforços desta vez para arrecadarmos fundos visando a construção do Centro Comunitário de Saghmosavan. Esperamos sua participação como voluntário e colaborador na arrecadação dos fundos para este importante projeto brasileiro.
Ficamos a sua disposição para quaisquer informações de nossas atividades. Tenham todos um excelente mês de setembro.
Cordialmente, Hatchorrutiun amenut

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Editorial – Agosto 2018

Querido contribuinte,

Iniciamos o nosso último semestre trabalhando como sempre. Segundo Bedros Terzian atualmente cerca de 60 novos projetos estão sendo realizados, tais como, construção de jardins de infância em Artsakh, Stepanakert e em Ijevan, escola em Khachardzan, Reforma da fábrica de laticínios em Lusadzor, que inclusive foi visitada recentemente pelo Primeiro Ministro Nigol Pashinyan. Bedros Terzian, entregou no início deste mês, mais duas casas para moradores de Artsakh, bem como fez acordo com o Chefe de Administração de Tavush para a instalação de sistemas de aquecimento solar na região. Um projeto piloto será desenvolvido na vila de Khashtarak onde vivem 50 famílias. Nosso diretor também visitou o Ministrado de Estado de Artsakh para iniciar planos futuros de desenvolvimento para o Estado.
Aqui no Brasil, nossos planos de desenvolvimento de Artsakh e Armênia continuam de pé e apenas estamos aguardando a revisão dos desenhos de Saghmosavan para recomeçarmos este lindo projeto de Centro Comunitário Brasileiro. Também estamos planejando entregar mais 40 bolsas de material escolar para a região de Artsakh ainda este ano.
Estamos também planejando para novembro a realização do nosso Fonethon, para arrecadarmos fundos para desenvolvermos os nossos projetos de 2019.
Para setembro deveremos ter novidades sobre o novo Diretor Executivo do Fundo Nacional Armênia em Yerevan.
Tenho certeza de que, O Fundo executará projetos ainda mais ambiciosos do que no passado para o povo da Armênia e Artsakh.
Tenham todos um excelente mês de agosto.
Cordialmente, Hatchorrutiun amenut

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Candidatura Diretor Executivo

Prezada Comunidade Armênia do Brasil.

Notícias vindas de nosso escritório central em Yerevan na data de hoje, nos dão conta que 42 pessoas, de 7 países diferentes (Armênia, França, Grã-Bretanha, Líbano, Rússia, Suiça e EUA) , enviaram seus CV candidatando-se ao cargo de Diretor Executivo do Fundo Armênia. As candidaturas serão cuidadosamente examinadas pelo júri de seleção que se reunirá no dia 10 de setembro próximo. Este júri é composto pelos representantes dos Presidentes da Armênia e Artsakh, do Primeiro Ministro da Armênia, do membro do Conselho de Curadores Albert Boghossian, na Suíça, e do Diretor Executivo em exercício, Bedros Terzian, França, que também preside o júri. Após análise o Presidente da República submeterá ao Conselho de Administração para aprovação. Após este tramite o novo Diretor nomeado será empossado. Diz ainda a mensagem que o novo diretor terá a tarefa de reformar e fortalecer ainda mais o Fundo Armênia que tanto contribuiu para o desenvolvimento sócio-econômico da Armênia e Artsakh nos últimos 26 anos. Cordialmente,
João Carlos Boyadjian,
Presidente do Fundo Armênia no Brasil.

Nota importante

Armen Sarkissian, Presidente da República da Armênia, Presidente do Conselho de Administração Fundo Armênia solicitou aos membros do Conselho de Administração do Fundo que aceitassem a demissão do Diretor Executivo do Fundo Armênia, Ara Vardanyan. Ao mesmo tempo, o Presidente sugeriu delegar a gestão temporária do Conselho Executivo do Fundo a Bedros Terzian, Membro do Conselho de Administração do Fundo; Presidente da filial francesa. Em seguida, será anunciado um concurso público para a posição vaga do Diretor Executivo do Fundo Armênia. A este respeito, sugere-se a criação de um comitê de concorrência a ser presidido por Bedros Terzian e os delegados do Presidente da República da Armênia, do Primeiro-Ministro da República da Armênia e do Presidente da República de Artsakh, bem como Albert Boghossian, membro do Conselho de Curadores, para participar.

Vejam quem é Bedros Terzian e seus pensamentos.