Circular de agosto de 2019

Querido contribuinte,

Esperamos que todos tenham tido um excelente mês de julho.

O Fundo Armênia está em franco desenvolvimento. Nossas atividades estão se intensificando o que nos obrigou no mês passado a nos dividirmos em grupos de trabalho.
Como é do seu conhecimento, o projeto de Saghmosavan é um grande projeto brasileiro que abraçamos e precisaremos de seu apoio neste trabalho. Formamos quatro grupos de trabalho:
1 – Comitê técnico de Saghmosavan que acompanhará todo o desenvolvimento da obra, ou seja, projetos de engenharia, construção, instalações e todo o gerenciamento. Ele é formado pelos arquitetos Sarkis Semerdjian, Domingos Pascali, Norair Chahinian, Ochin Mosditchian, Arshag Djanian e este signatário.
2 – Comitê de arrecadação de Saghmosavan que se encarregará de elaborar projetos no Brasil para arrecadar fundos em prol da construção da obra em Saghmosavan, formado pelos Srs. Arshag Djanian, Elie Chadarevian, Stéfanie Kissajikian Cancio e este signatário.
3 – Comitê do Fonethon 2019 – tem por finalidade arrecadar fundos para os projetos de infraestrutura na Armênia. Este grupo se encarregará pela divulgação e montagem de todos equipamentos bem como do treinamento e engajamento dos voluntários. O comitê é Formado pelos Srs. Vartan Moumdjian, Stéfanie Kissajikian Cancio, José Mário Hadjinlian Guerra, Elizabeth Rigamonti e este signatário.
4 – Comitê de Assuntos estratégicos – Este grupo foi formado para desenvolver os trabalhos de elaboração do memorandum de entendimento brasileiro sobre o Plano Estratégico Global do Fundo. O comitê é formado pela nossa Presidente de Honra Sra. Hilda Diruhy Burmaian, Ochin Mosditchian, Garabed Pilavjian, Takvor Arapian, Armagan Karay, Arshag Djanian, Armen Jahadian, Vartan Moumdjian e este signatário.

O Presidente da República da Armênia, Armem Sarkissian, efetuou uma doação de doze meses do seu salário para a reconstrução de 40 casas em Guiumry. Na mesma linha, Em Los Angeles foi desenvolvido um Fonethon para arrecadar fundos. Lembro que qualquer contribuição ao Fundo Armenia poderá ser feita através dos tel. 3231-5266 ou escreva para secretaria@fundoarmenia.com.br com Elizabeth ou faça sua contribuição através do cartão de crédito no Pag Seguro https://pag.ae/bbmdvpr

Desejamos a todos um excelente mês de agosto

Cordialmente,

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Circular de Julho 2019

Querido contribuinte,

Esperamos que todos tenham tido um excelente mês de junho. Este mês foi o mês em que como de costume estivemos na Armênia para a reunião anual do Board of Trustees do Fundo Armênia.
Cheguei no dia 14/06 e lá ficamos até o dia 24/06. No dia 15/06, visitamos o terreno de Saghmosavan onde construiremos o Centro Comunitário com projeto genuinamente brasileiro. Nesta data fizemos uma reunião com o Kiurrabed Kevorg, em conjunto com o Engo. Hratch e o Gerente do Projeto Gevorg do Fundo Armenia de Yerevan. Acertamos os detalhes construtivos da obra e fechamos o acordo de construção para início de obras em setembro deste ano. Até setembro o projeto de detalhamento e a licitação de construção serão finalizadas.
No mesmo dia, tivemos um encontro com todas as delegações de outros países do Fundo Armenia. No dia 16 tivemos nossa primeira reunião de trabalho. No dia 17 estivemos na região de Guiumry para conhecermos o projeto de construção dos novos apartamentos a serem reformados para os mais necessitados que ainda moram em casas de lata, bem como visitamos projetos de Jardim de infância patrocinado pela Inglaterra. No dia 18 tivemos a reunião com o Board of Trustees onde foram apresentadas nossas contas e aprovação do projeto de Guiumry como Telethon do ano. No dia 19, fomos entregar em conjunto com Milena Babaeva, do Fundo de Yerevan, as 70 bolsas escolares para a escola da Comunidade de Jujevan e no final da tarde entregamos o terreno onde será construída a estufa para a Cooperativa Agricola de mulheres de Chinori. Ambas na região de Tavush, Armênia. Rodamos neste dia mais de 850 km. MISSÃO CUMPRIDA. No dia 20 a 22 estivemos na região de Artsakh onde diversos projetos foram abertos, em Karin Dag, 130 casas receberam painéis solares para aquecimento de água (água que por sinal foi entregue em 2013 por nós do Brasil para esta comunidade). Também foram entregues alguns sistemas de irrigação, em especial o do Brasil, objeto do Fonethon de 2017, para a comunidade de Varanda. Foi uma alegria saber que além de irrigar a lavoura, a água também serviu para ser potável e agora 120 pessoas foram beneficiadas por nós do Brasil para terem água encanada em seus lares. Dia 23 foi um dia de descanso pois tinha que retornar na madrugada do dia 24 para o Brasil.
Em junho participamos também de todas as festas Juninas das comunidades de SP e apresentamos a maquete do projeto de Saghmosavan. Aqueles que quiserem contribuir para este projeto genuinamente brasileiro, informo que estamos arrecadando as doações feitas em forma de m2. construído, cujo valor fixado é de R$4.000,00, podendo ser pago em até 10 vezes.Ligue para 3231-5266 ou escreva para secretaria@fundoarmenia.com.br com Elizabeth e faça sua contribuição.
Desejamos a todos um excelente mês de julho

Cordialmente,

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Circular de Junho de 2019

Querido contribuinte,

Esperamos que todos tenham tido um excelente mês de maio. Este mês conforme anunciamos na circular passada, tivemos uma série de atividades.
A primeira delas é que recebemos no período de 20 a 22 a visita do nosso Diretor Executivo Haikak Arshamyan e Karen Hakobyan (Diretor de Programas). Tivemos a oportunidade de conversarmos em conjunto com nossa Diretoria no dia 20 e 22 no Consulado Geral da República da Armênia. No dia 21, visitamos todas as Igrejas Apostólica, Católica e Evangélicas, bem como a CAO (local de nosso almoço), UGAB e SAMA Clube Armênio (local de nosso jantar). Em todos os lugares, nossos visitantes ficaram muito bem impressionados com a coletividade Armênia e a calorosa recepção que com que cada entidade teve para com eles. Nos reportaram que se sentiram em casa chamando-nos a todos como MINI ARMÊNIA no Brasil. No dia 22, nossos visitantes puderam explicar junto a toda coletividade o que é o novo Plano estratégico que está sendo pensado para os próximos anos do Fundo Armênia. Em seguida, na mesma noite, o Fundo Armênia, homenageou e agradeceu às famílias Burmaian, André Kissajikian e Der Haroutiounian por terem contribuído com valores substanciais aos projetos dedicados à causa Armênia. Também na mesma noite, nossa querida secretária Chake Avedisian recebeu uma homenagem e nossos agradecimentos pelos 27 anos de serviços prestados. Também receberam nossos agradecimentos e homenagens todas as entidades Armênias e patrocinadores presentes por estarem todos os anos conosco colaborando e ajudando nos projetos de reconstrução da Armênia e Artsakh. Nesta mesma noite, aproveitamos para comemorar os nossos 27 anos de atividades. Nesta ocasião o bolo foi cortado pela nossa Presidente de Honra, Sra. Hilda Diruhy Burmaian e Sr. Alexandre Burmaian que patrocinaram todos os eventos e sua consequente realização nas instalações do Banco Sofisa.
No dia 23, antes de se despedirem do Brasil, nossos visitantes foram conhecer um modelo de escola profissional brasileira, o SENAI da Vila Leopoldina. Nossos visitantes ficaram impressionados com a qualidade das instalações e modelo de ensino ministrado por esta instituição. Agradecemos ao Sr. Paulo Pandjardjian por este feliz encontro.
Nesta mesma ocasião, isto é, no dia 22, foi apresentado a todos os presentes a maquete de execução do projeto de Saghmosavan. Esta maquete deverá circular nas instalações das sedes das entidades Armênias de S.Paulo. Aqueles que quiserem contribuir para este projeto genuinamente brasileiro, informo que estamos arrecadando as doações feitas em forma de m2. construído, cujo valor fixado é de R$4.000,00, podendo ser pago em até 10 vezes.
Aproveito a oportunidade para informá-los que a bandeira Brasileira deverá tremular por três vezes mais este ano em terras Armênias. Serão entregues no dia 19/06, em nome da Soc. Beneficiente e Cultural Marachá uma estufa para hortifruti. Também no mesmo dia, em nome da Sra. Eugênia Janikian e Soc. Armênia Monte Ararat, um conjunto de 70 kits escolares. Ambos serão entregues na região de Tavush, Armênia. No dia 22/06, em nome de toda a coletividade Armênia do Brasil, entregaremos no vilarejo de VARANDA, em Artsakh, um sistema de irrigação de água para os sitiantes desta região, objeto de arrecadação do Fonethon de 2017. Estes projetos gerarão cerca de 40 novos empregos. Estaremos também visitando o Kiurrabed de Saghmosavan, no dia 15/06 para conversarmos sobre alguns detalhes do projeto do Centro Comunitário.

Desejamos a todos um excelente mês de junho

Cordialmente, Mez Hachorrutiun

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Circular de maio de 2019

Querido contribuinte,

É com alegria que apresento a vocês uma série de novidades para este mês.
A primeira delas é que estaremos recebendo o nosso Diretor Executivo Haikak Arshamyan e Karen Hakobian (Diretor de Projetos). Estarão em missão de trabalho para conhecer toda a nossa diretoria e a coletividade Armênia no Brasil. Estaremos revendo o plano estratégico e revendo os processos de trabalho. Aproveitaremos para comemorar com parte de nossa sociedade e entidades armênias do Brasil os nossos 27 anos de atividades em trabalhos humanitários para a reconstrução da Armênia e Artsakh.
A segunda novidade é que terminamos a parte arquitetônica do Projeto de Saghmosavan e estaremos apresentando em diversos locais a maquete de execução da mesma. Aqueles que quiserem contribuir para este projeto genuinamente Brasileiro, estaremos arrecadando em forma de m2. Construído, ao valor de R$4.000,00, podendo ser pago em até 10 vezes.
A terceira novidade é que está confirmada a nossa viagem a Armênia entre os dias 15 e 24 de junho para a entrega de três projetos: Uma estufa no vilarejo de Chinari Community, um conjunto de 70 kits escolares na Comunidade de Jujevan, ambas na região de Tavush, Armênia. Estaremos também visitando o Kiurrabed de Saghmosavan para conversarmos sobre os detalhes do projeto do Centro Comunitário.

Desejamos a todos um excelente mês de maio.

Cordialmente, Mez Hachorrutiun

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Circular de abril de 2019

Querido contribuinte,

Este é o mês que todos nós descendentes de armênios rememoramos nossos Santos Mártires Armênios que pereceram em 1915. Nossa Diretoria está empenhada em dar todo apoio a estas rememorações que ocorrerão em todas as Igrejas Armênias no Brasil, bem como no Monumento dedicado aos Mártires e na Assembleia Legislativa de São Paulo. Estamos enviando a programação completa para que você não perca nenhuma atividade do programa. Participe. Este ano a Coletividade Armênia está trabalhando para obter o Reconhecimento do Genocídio Armênio junto ao Governo Federal e sua participação é muito importante. COMPAREÇA.
Como você sabe, o Fundo Nacional Armênia trabalha por projetos e toda sua arrecadação é dirigida a eles. Nossa entidade do Brasil vem recomendado e sugerindo ferramentas que irão permitir a transparência e o controle dos mesmos em conjunto com o PMI-Project Management Institute da Armênia.
Nossa viagem à Armênia de acompanhamento a todos os projetos está sendo preparada e programada. Deveremos estar em Yerevan entre 15 e 24 de junho, sendo que entre 16 e 18 em Artsakh e 19 e 20 na Armênia entregando obras e acompanhando os projetos em sua fase atual. Também estaremos com a Presidência da Republica da Armênia e de Artsakh para recebermos as novas estratégias de desenvolvimento para o país. As demais delegações de outros países estarão, assim como nós, reunindo-se para discutir as novas formas de trabalho em conjunto com a nova Diretoria Executiva que foi nomeada em novembro passado. No próximo mês detalharemos os locais que visitaremos.
Entre 20 e 25 de maio estaremos recebendo o novo Diretor Executivo do Fundo, o Sr. Haikak Arshamyan que estará visitando também as filiais da Argentina e Uruguai. Nesta ocasião estaremos convidando a todos para um encontro de apresentação dos desenhos de detalhe do projeto que estamos abraçando em Saghmosavan, bem como um bate papo sobre a Armênia e Fundo.

Desejamos a todos um excelente mês de abril.

Cordialmente, Mez Hachorrutiun

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Editorial de março de 2019

Querido contribuinte,

Este é o mês de nosso vigésimo sétimo aniversário. Ano que certamente marcará como sendo o da mudança. A nova Diretoria do Fundo em Yerevan, vem realizando reuniões que visam modernizar nossa entidade. Também estão preparando a nossa próxima visita que ocorrerá desta vez no mês de junho. Este ano deveremos entregar dois projetos e iniciar a construção do importante prédio dedicado a comunidade de Saghmosavan. Na circular passada apresentamos o novo projeto de arquitetura efetuado por nossos arquitetos e esperamos que vocês tenham gostado do layout e novo design adequado para a região.
Nestes 27 anos, com sua ajuda efetuamos projetos importantes e arrojados, obras de porte, como a construção da rodovia Vardenis – Martakert, com mais de 100 km e que levou a melhoria da qualidade de vida no seu deslocamento entre mais de 31 vilarejos e ajudando cerca de 35mil pessoas. Fizemos outras estradas, hospitais, escolas, materiais e móveis escolares, remédios e a ajuda humanitária a soldados entre outros mais de 1100 projetos brevemente relatados a seguir:
607 km de Rodovias, 429 instituições de ensino; 75 estabelecimentos de saúde; 580 km de linha de água; 70 km de cabos; 149 km de Gasoduto; 27 centros comunitários; 500 Casas em Artsakh e na Arménia – Apartamentos; 119 estufas; 55 projetos agrícolas; 170 programas educacionais, culturais e científicos; 259 outras aplicações
O Fundo Armênia, neste aniversário também mudou de edifício e agora ocupa algumas instalações da chamada residência oficial da Presidencia da República, na Av. Marshal Bahramyan, 26. Veja a foto da nova casa que o Fundo divide com outras entidades e órgãos do governo.
Desejamos todos um excelente mês de março.

Cordialmente, Mez Hatchorrutiun

Prof. João Carlos Boyadjian, MSC, PMP, MBA
Presidente do Fundo Nacional Armênia

Entrevista de Haikak Arshamyan

Yerevan- 16-10-2018
Entrevista que o novo Dir. Executivo do Fundo Haykak Arshamyan concedeu a Lusin Mkrtchyan do jornal Media Max.

TITULO DA ENTREVISTA
Haykak Arshamyan: Vamos dar uma nova vida ao Hayastan Fund
Em 24 de setembro, o Conselho de Curadores do Hayastan All Armenian Fund elegeu Haykak Arshamyan como diretor executivo para um mandato de três anos.
Arshamyan, de 42 anos, trabalhou como assessor do primeiro-ministro armênio desde 2 de julho de 2018. Anteriormente, lecionou na Yerevan State University e coordenou os programas da Birthright Armenia Foundation em 2004-2010.
Haykak Arshamyan deu sua primeira entrevista como diretor do Hayastan Fund para a Mediamax.
1 – Você fez uma visita ao Artsakh após a sua nomeação e se reuniu com o Secretário de Estado. Foi um evento oficial, mas você também teve reuniões não oficiais?
r- Sim, com funcionários da Artsakh que cooperaram com o fundo e contribuíram igualmente para os programas que o fundo realizou em Artsakh. Existe um conceito de co-financiamento: o estado investe tanto quanto o fundo nos programas, o que é importante para os doadores. Assegura-lhes que o programa funcionará sem problemas.
2 – Quais são os programas mais importantes daqueles implementados em Artsakh agora?
r – As duas estradas que ligam a Armênia e Artsakh. Elas são as veias que consolidam os laços entre a Armênia e Artsakh. Se não fosse por essas estradas, a Republica de Artsakh dificilmente seria o que é hoje.
O Fundo Armênia implementou pelo menos um programa em cada aldeia e cidade de Artsakh, mas as duas estradas são os canais que tornaram o Artsakh mais forte, tornando-o um país independente.
3 – E a Armênia? Muitos programas foram realizados aqui desde 1992.
R – Eu gosto muito de programas repletos de tecnologias modernas. Por exemplo, há um galpão de gado na cidade de Noyemberyan, que opera com energia alternativa. Queremos alocar pelo menos uma parte das doações do Telethon para projetos de energia solar e renovável na Armênia e Artsakh.
4 – Quais são os próximos programas e principais objetivos do Fundo Armênia?
R – Além do que o Fundo já está trabalhando, queremos encontrar novas formas de angariar fundos. Isso vai exigir algum tempo. Quero dizer captação de recursos on-line e angariação de fundos diariamente via aplicativos móveis.
Tentarei expandir o envolvimento da Diáspora nos programas que serão financiados por esses dois métodos.

5 – O que será decidido sobre o Telethon anual?
R – O Teleton é de significado simbólico. Ele espalha a ideia de unidade. Quanto aos fundos, recebemos apenas uma pequena parte das doações totais durante o dia do Telethon.
Temos muitos escritórios em todo o mundo, que trabalham extensivamente com os doadores. Eles desenvolvem programas que indicam em detalhes como a soma doada será gasta, e Telethon resume isso.
É por isso que queremos implementar pequenos programas também. Eles serão realizados na Armênia e em Artsakh, com o objetivo de ajudar os moradores da cidade ou aldeia a permanecerem, trabalharem e ganharem a vida em sua terra natal.
6 – Você já fez doações durante o Telethon?
R- Sim, mas eu gostaria que a quantidade de minhas doações permanecesse não revelada.
7 – Falando do Fundo Armênia, recentemente, o primeiro ministro Pashinyan disse: “Eu sei que tem havido problemas.” O que ele quis dizer?
R – O problema é que a confiança em nosso fundo sofreu após um caso recente. As pessoas geralmente só lêem as manchetes e concluem que houve um enorme abuso de fundos, mas, na verdade, as somas retiradas da conta do fundo foram devolvidas no mesmo dia ou no dia seguinte. Então, não houve perdas financeiras por parte do Fundo Armênia.
Uma das minhas prioridades é restaurar e aumentar a confiança do Fundo Armênia. Não só na Armênia, a propósito, mas em todos os países onde temos filiais.
O fundo não deve ser apenas uma organização que arrecada fundos e implementa programas. Ele pode se tornar um instrumento de diplomacia pública, porque tem um enorme banco de dados e conexões, o que pode ajudar a unir pessoas para o desenvolvimento da Armênia e Artsakh.
8 – Você disse na reunião com Pashinyan que o Fundo Armênia deveria se tornar uma organização do século 21. Como você vai fazer isso?
R – Precisamos começar com a estrutura do fundo e o uso de recursos de captação de recursos on-line, resolver a questão de buscar financiamento com tecnologias modernas.
9 – Vamos ver mudanças estruturais no fundo?
R – Sim, estamos trabalhando em um modelo de estrutura agora. A divisão do trabalho no fundo é um modelo dos anos 90. Primeiro, precisamos avaliar as capacidades e desejos de nossos funcionários. Quem tem trabalhado eficientemente continuará trabalhando. Eu também quero envolver os armênios da diáspora no fundo de Hayastan.
10 – Há pessoas dispostas a participar?
R – sim e muitos. Tenho certeza de que eles vão dar uma nova vida ao fundo, dar uma nova mentalidade. O conhecimento das línguas dos seus países de residência pode ajudar-nos a envolver novas pessoas da diáspora.
11 – Você já pensou em como administrar o Fundo Armênia?
R – Sim, eu pensei. Esta é uma organização única, a única que realiza tantos programas em todo o mundo armênio e envolve a Diáspora nessa extensão.
Eu tenho trabalhado com jovens armênios da Diáspora em muitos esforços estatais e privados desde 1998. Eu tenho uma rede na Diáspora de cerca de 500 jovens, e essa rede é um tesouro para mim.
12 – 42 currículuns de 7 países, mas o conselho escolheu você. Você esperava isso? Por que você acha que foi escolhido?
R – Eu acho que você deveria endereçar essa questão ao conselho. A competição foi muito difícil, e não tenho dúvidas de que havia muitos candidatos dignos, embora eu ainda não tenha visto a lista. Eu não tive tempo para perguntar quais programas eles apresentaram. Quando me familiarizar e encontrar ideias interessantes, convido-as a cooperar conosco ou a tentar concretizar as suas ideias com a sua permissão.
13 – Algumas pessoas dizem que você conseguiu ser indicado por causa de seus laços estreitos com Nikol Pashinyan e pelo fato de ter trabalhado como seu conselheiro.
R – Fui nomeado porque sou Haykak Arshamyan e construí minha carreira sozinho. Tornei-me conselheiro do primeiro-ministro graças ao meu trabalho árduo.
14 – Você descobriu se é mais fácil ser conselheiro ou diretor?
R – Não foi fácil ser conselheiro do primeiro-ministro, mas adorei o trabalho. Foi simplesmente uma alegria trabalhar com Nikol Pashinyan, porque ele tem uma grande capacidade de ouvir e debater. Você pode convencê-lo se sua ideia for convincente. Enquanto você trabalha com ele, você vê que ele é um ser humano como todos nós, ele tem emoções e ele não está tentando escondê-las.

Lusin Mkrtchyan conversou com Haykak Arshamyan

Links em Inglês e em Armênio
https://mediamax.am/en/news/interviews/30583/
https://mediamax.am/am/news/interviews/30583/

Candidatura Diretor Executivo

Prezada Comunidade Armênia do Brasil.

Notícias vindas de nosso escritório central em Yerevan na data de hoje, nos dão conta que 42 pessoas, de 7 países diferentes (Armênia, França, Grã-Bretanha, Líbano, Rússia, Suiça e EUA) , enviaram seus CV candidatando-se ao cargo de Diretor Executivo do Fundo Armênia. As candidaturas serão cuidadosamente examinadas pelo júri de seleção que se reunirá no dia 10 de setembro próximo. Este júri é composto pelos representantes dos Presidentes da Armênia e Artsakh, do Primeiro Ministro da Armênia, do membro do Conselho de Curadores Albert Boghossian, na Suíça, e do Diretor Executivo em exercício, Bedros Terzian, França, que também preside o júri. Após análise o Presidente da República submeterá ao Conselho de Administração para aprovação. Após este tramite o novo Diretor nomeado será empossado. Diz ainda a mensagem que o novo diretor terá a tarefa de reformar e fortalecer ainda mais o Fundo Armênia que tanto contribuiu para o desenvolvimento sócio-econômico da Armênia e Artsakh nos últimos 26 anos. Cordialmente,
João Carlos Boyadjian,
Presidente do Fundo Armênia no Brasil.

Nota importante

Armen Sarkissian, Presidente da República da Armênia, Presidente do Conselho de Administração Fundo Armênia solicitou aos membros do Conselho de Administração do Fundo que aceitassem a demissão do Diretor Executivo do Fundo Armênia, Ara Vardanyan. Ao mesmo tempo, o Presidente sugeriu delegar a gestão temporária do Conselho Executivo do Fundo a Bedros Terzian, Membro do Conselho de Administração do Fundo; Presidente da filial francesa. Em seguida, será anunciado um concurso público para a posição vaga do Diretor Executivo do Fundo Armênia. A este respeito, sugere-se a criação de um comitê de concorrência a ser presidido por Bedros Terzian e os delegados do Presidente da República da Armênia, do Primeiro-Ministro da República da Armênia e do Presidente da República de Artsakh, bem como Albert Boghossian, membro do Conselho de Curadores, para participar.

Vejam quem é Bedros Terzian e seus pensamentos.

Nota de esclarecimento

Tendo em vista os últimos acontecimentos com o Sr. Ara Vardanyan do Fundo da Armênia em Yerevan informo que nossos auditores estão trabalhando para averiguar o que ocorreu e como ocorreram os fatos.
Informo também que o Fundo Armênia do Brasil sempre trabalhou por projetos, ou seja trabalhou por objetivos e que todo o dinheiro aqui arrecadados foram destinados aos projetos brasileiros e que todos foram concluidos e entregues em maio ultimo, quando estivemos na Armênia.
Assim que tivermos novas noticias voltaremos com novas informações.
Prof. João Carlos Boyadjian
Presidente do Fundo Nacional Armênia no Brasil