Noticias

18-10- Yerevan Presidente da República da Armênia, Presidente do Conselho de Curadores Presidente do “Hayastan” All-Armenian Fund, Armen Sargsyan visitou o “Hayastan” All-Armenian Fund (Fundo Nacional Armênia).

Acompanhado pelo recém-eleito Diretor Executivo Haykak Arshamyan, o Presidente visitou o fundo e conheceu as atividades de diferentes subdivisões.
Em seguida, o Presidente reuniu-se com o pessoal do Fundo, durante o qual ele falou sobre o papel e a função da fundação, a importância de trabalhar com novos métodos e princípios no mundo moderno.
“O Fundo é um grande valor para toda a nossa nação, porque foi criado para a República e para o nosso povo em uma situação difícil e tem uma missão que tem feito com grande glória. Eu não preciso dizer a você ou ao público sobre os sucessos, programas e o respeito que o Fundo teve em todo o mundo. É o suficiente para visitar diferentes partes da Armênia, o suficiente para deixar Yerevan e ir para Stepanakert e ver o que é e foi construído uma estrada de alta qualidade. Existem muitos programas bem sucedidos semelhantes. Portanto, em primeiro lugar, quero parabenizá-lo pelo fato de estar trabalhando em uma estrutura que realmente tem significado pan-armênio”, disse o presidente Sargsyan.
Ele agradeceu a todos os armênios, todos os cidadãos armênios, parentes do povo armênio que contribuíram para a implementação dos programas do Fundo. “Eu gostaria de informar que o Fundo não está apenas vivo, mas também tem uma equipe profissional muito boa. Qualquer dificuldade na realidade não pode abalar a nossa fé, o nosso amor, lealdade à pátria e das suas instituições, que contribuem para esta pátria e a grande pátria, quero dizer Armênia, Artsakh e a Diáspora. Aguardo com expectativa o fato de o Fundo ser muito ativo, não só na Armênia, em Artsakh mas também na Diáspora, pelo que não deverá haver dúvidas de que todas as nossas potencialidades devem ser investidas, a Pátria e Artsakh, e a toda nação Armênia para alcançar seus objetivos. Espero que todos nós apoiemos o Fundo a fim de cumprir seu trabalho patriótico na Armênia e em Artsakh. “
O Presidente Sargsyan lembrou que, como presidente do Conselho de Administração do Fundo Armênia, em maio, na reunião conjunta do Conselho de Curadores e autoridades locais do Fundo, a administração tinha uma tarefa clara de apresentar uma visão e um plano de ação dentro de dois a três meses, observando que o fundo ao longo de mais de vinte anos, é hora de reconsiderar o passado, avaliar sucessos e deficiências.
“O tempo muda muito mais do que podemos pensar. Portanto, o Fundo deveria adotar novas abordagens, ter novos programas e trabalhar em um novo estilo. No século XXI, os processos no mundo estão se movendo rapidamente. Eu acredito que o Fundo terá um grande sucesso. Eu acredito que no passado, os sucessos e as dificuldades e fracassos do passado serão uma lição, o Fundo será novamente como uma Phoenix e tornará a sua missão magnifíca. Esta é a minha mensagem para todos os cidadãos da República da Armênia e todos os armênios “.
O Presidente Sargsyan parabenizou e desejou sucesso ao recém-eleito Diretor Executivo, observando que ele enfrenta muitos desafios. O Presidente propôs à Diretoria do Fundo apresentar uma nova visão de atividades o mais breve possível, levando em conta as mudanças dos novos tempos e desenvolvimentos. “A fundação foi criada no século 20 e alcançou grande sucesso – é hora de se tornar um instituto do século 21”, concluiu o presidente.

Yerevan- 16-10-2018
Entrevista que o novo Dir. Executivo do Fundo Haykak Arshamyan concedeu a Lusin Mkrtchyan do jornal Media Max.

Haykak Arshamyan: Vamos dar uma nova vida ao Hayastan Fund
Em 24 de setembro, o Conselho de Curadores do Hayastan All Armenian Fund elegeu Haykak Arshamyan como diretor executivo para um mandato de três anos.
Arshamyan, de 42 anos, trabalhou como assessor do primeiro-ministro armênio desde 2 de julho de 2018. Anteriormente, lecionou na Yerevan State University e coordenou os programas da Birthright Armenia Foundation em 2004-2010.
Haykak Arshamyan deu sua primeira entrevista como diretor do Hayastan Fund para a Mediamax.
1 – Você fez uma visita ao Artsakh após a sua nomeação e se reuniu com o Secretário de Estado. Foi um evento oficial, mas você também teve reuniões não oficiais?
r- Sim, com funcionários da Artsakh que cooperaram com o fundo e contribuíram igualmente para os programas que o fundo realizou em Artsakh. Existe um conceito de co-financiamento: o estado investe tanto quanto o fundo nos programas, o que é importante para os doadores. Assegura-lhes que o programa funcionará sem problemas.
2 – Quais são os programas mais importantes daqueles implementados em Artsakh agora?
r – As duas estradas que ligam a Armênia e Artsakh. Elas são as veias que consolidam os laços entre a Armênia e Artsakh. Se não fosse por essas estradas, a Republica de Artsakh dificilmente seria o que é hoje.
O Fundo Armênia implementou pelo menos um programa em cada aldeia e cidade de Artsakh, mas as duas estradas são os canais que tornaram o Artsakh mais forte, tornando-o um país independente.
3 – E a Armênia? Muitos programas foram realizados aqui desde 1992.
R – Eu gosto muito de programas repletos de tecnologias modernas. Por exemplo, há um galpão de gado na cidade de Noyemberyan, que opera com energia alternativa. Queremos alocar pelo menos uma parte das doações do Telethon para projetos de energia solar e renovável na Armênia e Artsakh.
4 – Quais são os próximos programas e principais objetivos do Fundo Armênia?
R – Além do que o Fundo já está trabalhando, queremos encontrar novas formas de angariar fundos. Isso vai exigir algum tempo. Quero dizer captação de recursos on-line e angariação de fundos diariamente via aplicativos móveis.
Tentarei expandir o envolvimento da Diáspora nos programas que serão financiados por esses dois métodos.

5 – O que será decidido sobre o Telethon anual?
R – O Teleton é de significado simbólico. Ele espalha a ideia de unidade. Quanto aos fundos, recebemos apenas uma pequena parte das doações totais durante o dia do Telethon.
Temos muitos escritórios em todo o mundo, que trabalham extensivamente com os doadores. Eles desenvolvem programas que indicam em detalhes como a soma doada será gasta, e Telethon resume isso.
É por isso que queremos implementar pequenos programas também. Eles serão realizados na Armênia e em Artsakh, com o objetivo de ajudar os moradores da cidade ou aldeia a permanecerem, trabalharem e ganharem a vida em sua terra natal.
6 – Você já fez doações durante o Telethon?
R- Sim, mas eu gostaria que a quantidade de minhas doações permanecesse não revelada.
7 – Falando do Fundo Armênia, recentemente, o primeiro ministro Pashinyan disse: “Eu sei que tem havido problemas.” O que ele quis dizer?
R – O problema é que a confiança em nosso fundo sofreu após um caso recente. As pessoas geralmente só lêem as manchetes e concluem que houve um enorme abuso de fundos, mas, na verdade, as somas retiradas da conta do fundo foram devolvidas no mesmo dia ou no dia seguinte. Então, não houve perdas financeiras por parte do Fundo Armênia.
Uma das minhas prioridades é restaurar e aumentar a confiança do Fundo Armênia. Não só na Armênia, a propósito, mas em todos os países onde temos filiais.
O fundo não deve ser apenas uma organização que arrecada fundos e implementa programas. Ele pode se tornar um instrumento de diplomacia pública, porque tem um enorme banco de dados e conexões, o que pode ajudar a unir pessoas para o desenvolvimento da Armênia e Artsakh.
8 – Você disse na reunião com Pashinyan que o Fundo Armênia deveria se tornar uma organização do século 21. Como você vai fazer isso?
R – Precisamos começar com a estrutura do fundo e o uso de recursos de captação de recursos on-line, resolver a questão de buscar financiamento com tecnologias modernas.
9 – Vamos ver mudanças estruturais no fundo?
R – Sim, estamos trabalhando em um modelo de estrutura agora. A divisão do trabalho no fundo é um modelo dos anos 90. Primeiro, precisamos avaliar as capacidades e desejos de nossos funcionários. Quem tem trabalhado eficientemente continuará trabalhando. Eu também quero envolver os armênios da diáspora no fundo de Hayastan.
10 – Há pessoas dispostas a participar?
R – sim e muitos. Tenho certeza de que eles vão dar uma nova vida ao fundo, dar uma nova mentalidade. O conhecimento das línguas dos seus países de residência pode ajudar-nos a envolver novas pessoas da diáspora.
11 – Você já pensou em como administrar o Fundo Armênia?
R – Sim, eu pensei. Esta é uma organização única, a única que realiza tantos programas em todo o mundo armênio e envolve a Diáspora nessa extensão.
Eu tenho trabalhado com jovens armênios da Diáspora em muitos esforços estatais e privados desde 1998. Eu tenho uma rede na Diáspora de cerca de 500 jovens, e essa rede é um tesouro para mim.
12 – 42 currículuns de 7 países, mas o conselho escolheu você. Você esperava isso? Por que você acha que foi escolhido?
R – Eu acho que você deveria endereçar essa questão ao conselho. A competição foi muito difícil, e não tenho dúvidas de que havia muitos candidatos dignos, embora eu ainda não tenha visto a lista. Eu não tive tempo para perguntar quais programas eles apresentaram. Quando me familiarizar e encontrar ideias interessantes, convido-as a cooperar conosco ou a tentar concretizar as suas ideias com a sua permissão.
13 – Algumas pessoas dizem que você conseguiu ser indicado por causa de seus laços estreitos com Nikol Pashinyan e pelo fato de ter trabalhado como seu conselheiro.
R – Fui nomeado porque sou Haykak Arshamyan e construí minha carreira sozinho. Tornei-me conselheiro do primeiro-ministro graças ao meu trabalho árduo.
14 – Você descobriu se é mais fácil ser conselheiro ou diretor?
R – Não foi fácil ser conselheiro do primeiro-ministro, mas adorei o trabalho. Foi simplesmente uma alegria trabalhar com Nikol Pashinyan, porque ele tem uma grande capacidade de ouvir e debater. Você pode convencê-lo se sua ideia for convincente. Enquanto você trabalha com ele, você vê que ele é um ser humano como todos nós, ele tem emoções e ele não está tentando escondê-las.

Lusin Mkrtchyan conversou com Haykak Arshamyan

Links em Inglês e em Armênio
https://mediamax.am/en/news/interviews/30583/
https://mediamax.am/am/news/interviews/30583/

– 27-04-2018. Está decidida a escola que irá receber nosso primeiro lote de Kits Escolares. Será a Escola secundária da cidade de Arjut, região de Lori, Armênia. Obrigado a todos que participaram da campanha.

– 12-04-2018 O Fundo Nacional Armênia se reúne com as Entidades Armênias do Brasil para comemorar o seu 26o. aniversário no Clube Monte Libano.



– 19-03-2018 O Fundo Nacional Armênia está implementando vários projetos voltados para o desenvolvimento e ampliando o aproveitamento da energia solar na Armênia e Artsakh. Uma dessas iniciativas consiste na instalação de 14 aquecedores de água solares, cada um com uma capacidade de 500 litros, no complexo da Fundação das Aldeias Infantis SOS em Ijevan. Com este projeto a base não precisará mais de gás natural para aquecimento de água. Além de resultar em 100% de poupança em custos de gás, o uso de energia limpa trará imensos dividendos ambientais: um carbono significativamente reduzido significará um ar mais limpo para as crianças sob o cuidado da fundação. Este projeto O Fundo Armênia está realizando o projeto de energia solar em Ijevan em parceria com ACBA-CREDIT AGRICOLE BANK. Através do Programa de cartão Visa, o banco ajuda o Fundo a implementar projetos que promovem mudanças sociais. Com este programa, o banco doa uma parte das compras da Visa, bem como taxas anuais para o Fundo Nacional Armênia. Os usuários podem também fazer uma quantidade fixa de doações mensais para o Fundo, e até mesmo escolher projetos específicos que se beneficiarão de suas contribuições.

– 03-03-2018 – Fundo Armênia – Himnadram comemora seus 26 anos de existência. Foram mais de 350 Milhões de Dólares investidos na Armênia e Artsakh por mais de 20 países. Cerca de 50.000 projetos pequenos realizados e cerca de 1100 projetos de médio e grande porte. Parabéns a todos vocês pelo espírito de Armenidade e ajuda que vem fazendo com que estes sonhos de reconstrução de um país que passou por um dos maiores Genocídios da humanidade e terremotos tornassem uma realidade.

– 19-02-18 – Estufa doada pela Marachá irá beneficiar um sitiante da região de Tavush em Aygehovit. O agricultor beneficiado será o Sr. Hamlet Aharonyan. A construção começará em breve!

– 13-02-18 – Candidato a Presidencia da República Armen Sargsyan visita sede do Fundo da Armênia em Yerevan
No dia 12 de fevereiro, Armen Sargsyan, candidato do RPA para o cargo de quarto Presidente da Armênia, visitou a sede de Hayastan All-Armenian Fund em Erevan. Armen Sargsyan visitou os escritórios e se familiarizou com o executivo do Fundo e as atividades administrativas.
Ara Vardanyan, Diretor Executivo do Fundo, apresentou ao Sr. Sargsyan uma visão geral de todo o trabalho da organização no último quarto de século, afirmando que foram implementados projetos com investimento total de mais de US $ 350 milhões.
Durante sua conversa individual com Sargsyan, Vardanyan destacou a importância de intensificação das relações entre a Armênia e a Diáspora e o desenvolvimento de parceria. Ara Vardanyan apresentou ao convidado os projetos em andamento do Fundo (16 projetos atualmente sendo implementados na Armênia e outros 16 em Artsakh), e as obras estão sendo implementadas realizados com as contribuições anuais de arrecadação de fundos.

– 06-02-2018 – Famoso grupo de restaurantes TASHIR, doa para 230 famílias a quantia de US$4000 para cada uma para fins sociais. Também sorteia 3 veiculos da marca Chevrolet. Também firmou o grupo TASHIR através de seu acionista, Samuel Karabedyan que todos os investimentos assistenciais em ARTSAKH serão feitos daqui para frente junto com o FUNDO ARMENIA.

– 05-02-2018 – Casa de Charektar construida por brasileiros está em fase de acabamento. A casa está no vilarejo de Charektar e será doada para a família de VatchaganTsakayan. No momento está sendo instalado o Sistema de arrefecimento. Efetuando a pintura das paredes externas, bem como o revestimento de corredores, paredes e pisos de cozinha bem como instalando as unidades sanitárias. A pintura das paredes internas está em andamento.

– 17-01-2018 – Himnadram divulga relatório de todos os projetos realizados em 2017. O relatório está dividido em duas partes. Armênio e Inglês – Veja em particular projetos que o Brasil trabalhou nas paginas. 111 (estrada), 132 (ajuda aos Sírios), 144 (ajuda humanitária), 169 (reconstrução de casas em Talish), 187 (casas) e 191 (estufas). Projects Overview 2017_reduced-rev-18-01 e veja o relatório.

– 11-01-2018 – Himnadram lança novo site. Confira em www.himnadram.org
– dez-2018 – Fundo Armênia do Brasil doa US$48.000 para o Fonethon 2018 – Sistema de Irrigação para Artsakh. Veja a matéria.